quinta-feira, 9 de junho de 2016

como soube te amar naqueles dias


Suburbano coração (Mônica Salmaso)- [chico buarque]
Release
http://www.monicasalmaso.mus.br/new/Paginas/frameset%20releases.html

~.~.~
Venus and Cupid
Lorenzo Lotto (Italian, Venice ca. 1480–1556 Loreto)
http://www.metmuseum.org/art/collection/search/436918
~.~.~


video
~,~,~

como soube te amar naqueles dias

te procuro em todas as mulheres 
nem que sejas por um gesto teu
para ser e me lembrar, sou seu 
como te amo naqueles dias

sem estar dentro de ti, amor 
por um beijo em sua flor, na dor
na gota em sangue e amar, te amar
para que estejas em meu corpo

num canto, encantas mágica
nascem das lágrimas as rosas
fazes do teu corpo dolorosas
apara em mim a tua dor, amor

me invades em teus males
meus sonhos, êxtases, cansaços
é muita dor, irritação, desconforto
és tão forte, é a vontade de hibernar

até que as tuas dores passem
teu vinho embriago-me no beijo
na tua dor saberás dos lábios meus 
meus vastos céus em chama e flor

em teus pés o meu repouso
pouso os beijos de uma vida
viva eterna em tua água pura 
dai-me a tua calma de princesa

em teus pés a sombra do carinho
agora sei, entre seus dedos eu nasci
e te encontrei, em ti eu me perdi
tua rubra boca, a minha apaixonada

trago-me e minhas mãos são tuas
sou em teus perfumes pelo corpo
a dor que na tatuagem se irradia
dá-me as tão profundas dores fortes

deixa-me colérico em tuas lágrimas
tão dores são tuas horas marcadas
as farei minha, as tuas próprias dores
latentes em que no coração palpitas

guardaremos nos crepúsculos das tardes
a lembrança dos nossos gestos de outrora
o sol dourado que iluminará os teus cabelos
prova de amor em tua rubra boca apaixonada

a dor em lábios de uma jura secreta
como soubemos o amar naqueles dias
fecha os olhos, esse tempo não há depois
aquela que no corpo as saudades incendeias

a mulher que aprendi amar a dor
a que hoje sei que posso amar
na mais linda canção do teu amor
a mulher que agora sei te amar na dor
~.~.~