terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Nasce um rio dentro do amar


Quando O Amor Acontece - [João Bosco e Abel Silva] João Bosco
Faixa composta para o álbum 'Ai Ai Ai de Mim' (1987)

Encontro o lado molhado de noite
Perdi na palavra o nome de amar
Morro a sua nudez de sereia
Na aurora o trevo de seu luar

Dentro de mim tem um rio
Fiz-me tarde e findo anoiteço
Nasço de encontro das águas
Emudeço a memória que teço

O amor tem aladas rimas
Conhece o sonho acordado
Quando usa as asas de noite
Cobre o sonhar das lágrimas

O dia sempre chega de noite
Quem ama um dia, n'outro chora
A noite, sussurra-se o terço e ora
Seremos todos, um dia, o embora

O carinho afaga os passarinhos
A saudade mora no olhar de cão
O silêncio brilha o desejo de sol
Adormecido na palma de sua mão

A noite se descobre de pele
A paixão agita sobre as águas
Do silêncio infinito das pedras
Acorda o amor de suas mágoas

Nasce um rio dentro do amar
O verbo delira no curso de rio
De permitir-se à vida, nasce o mar
Em auroras de possíveis sonhar