sexta-feira, 29 de março de 2013

A lua no céu da boca



Hable con ella [Pedro Almodovar]soundtrack [Soy Marco]

Na florada que sobrevoas
O mistério das tuas matas
Busco nas sombras do vale
A semente em que germino

És o voo que se anuncia a esmo
No caminho do vento que se abre
Entre o espaço do céu e das aves
O vazio que cresce dentro de mim

No abismo que me entrego às cegas
Na tua lembrança amorosa
Desperta o meu universo suicida
O tremor despido das tuas vestes

Das tuas águas nasce-me a sede
No palpitar contido nas corredeiras
Deitas o poente do teu corpo
As linhas curvas do horizonte

No céu da tua boca ecoa
O desejo que toca o beijo
Na tua respiração emudecida
O infinito gozo do teu corpo


Ainda que a minha voz
Caída nas folhas molhadas
A espera pelo teu gosto
Renasço no teu sussurro da noite

No caminho que te percorro
Minha espera se perde no abraço
Sobre a tua pele arrepiada
No tato da minha mão que não sacia

No êxtase da tua vida embebida
Deito o meu sonho submerso
N'outro lado da tua tempestade
Dormirei o teu sono das divindades

Derramei o chão que fluem teus desejos
Na imensidão do sono dos afogados
Das pétalas a ânsia do teu aroma  
Durmo o eterno na saudade do teu sonho

Quando tu fores de mim
No meu voo de sobrevida
Levas a saudade nas asas do vento
Deixas na morte o ser que desconheço