sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Mea culpa, mea culpa...


Nos ponteiros das horas
O tempo passou
Perdi o trem
A felicidade passou
Não a reconhecí
Levou a minha paz
Hei de chorar...
Chorar até o final dos tempos
Guardarei a tua dor
Tamanho espaço no peito meu
Ficará em mim o vazio de amor